sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

DEVOLVE MEU SIGNO, SEU ASTRÔNOMO DOIDO!

Não, os signos não saíram do lugar e nem abandonaram ninguém...
Que confusão que estes astrônomos chatos armaram....

Parece coisa de Mercúrio retrógrado mesmo, mas não passa de mais uma estação de caça à credibilidade da Astrologia. Há alguns artigos publicados com o cerne de que, por conta da nova descoberta a Astrologia seria ainda mais imbecil do que imaginava-se. Pois como é que uma coisa tão frágil, que pode mudar de definição da noite para o dia, pode ter alguma credibilidade?

Incrível mesmo é o bafafá que a coisa está fazendo desta vez. A constelação de Ophiuchus (o novo signo) já é conhecida desde 183 dC. O próprio Ptolomeu já desconfiava da existência desta constelação e desconsiderou respeitosamente seu efeito como signo solar.

Vamos deixar uma coisa bem clara: signo solar é uma coisa, constelação é outra!
Os signos são baseados em Pontos Cardeais em relação ao Sol, não em constelações fixas.

Acontece que Ptolomeu também não foi o primeiro astrólogo da História. Todas as civilizações antigas trabalhavam com pontos Cardeais e desconsideravam estrelas fixas.

Gente, isso é matemática. Se você quer saber como um objeto móvel afeta outro, você tem que escolher um destes objetos para ser o ponto fixo, o centro
para calcular os ângulos, os lugares geométricos. Claro que este centro tem a ver com o ponto do OBSERVADOR. O que a Astrologia faz é, ao invés de colocar este centro na Terra, que gira em torno do Sol - esse assunto também já deu o que falar, mas, pelo menos este já foi resolvido - colocamos a ponta seca do compasso no Sol, e daí resolvemos onde ficam os graus cardinais: 0º, 90º, 180º e 270º. Não entendeu? Pois eu vou dar outros nomes para estes graus: Norte, Leste, Sul e Oeste respectivamente. Dããããã...

Equinócios e solstícios servem como ponto de referência para a Astrologia, não constelações fixas.

Mas não haveria motivo de marcar simplesmente pontos cardeais que não tivessem nada a ver com acontecimentos na Terra. Por isso estes pontos cardeais correspondem aos equinócios das quatro estações. Primavera, Verão, Outono e Inverno. Porque começar pela primavera, e não pelo Verão, que é logo a primeira estação que a gente encara no ano?

Acontece que a Astrologia é menos burra do que o Calendário Gregoriano e que qualquer astrônomo. Se você tivesse que fixar um ponto para ser o COMEÇO você fixaria a estação quando tudo torra, quando as folhas caem, quando o gelo cobre tudo ou quanto as florezinhas brotam do chão? Ok, o começo é a primavera, tá bom assim?

E qual é o signo que marca o equinócio da Primavera? Áries. Depois vem o solstício de Verão com Câncer, Libra com o equinócio do Outono e Capricórnio com o solstício de inverno. Existe signo que tenha mais a ver com começos do que Áries? Um que promova mais calor que Câncer? Um signo de elemento Ar que tenha mais a ver com limpar o velho e seco que Libra? Qual signo é mais frio que Capricórnio? E sabe do que mais? Qual é o ritmo destes signos? Ritmo, aquela história de mutável, fixo ou... CARDINAL! Estes signos são chamados cardinais por um motivo, né, gente? Eles marcam inícios de estações.

Daí a achar que uma constelação a mais vai fazer com que a gente tenha que dividir uma circunferência de 360º por um 13, um número primo, que vai dar uma dízima periódica, é algo de uma cabeça astronomicamente mala. Gente, tem mais constelação no universo, tem astro sendo descoberto todo santo dia. Eles FAZEM parte de nossas análises e estudos astrológicos, mas eles precisam de tempo para que haja um laboratório, um estudo para ver suas influências na Terra. Foi assim com Urano, com Netuno, com Plutão e até com Éris.

Para quem está curioso, a constelação de Ophiuchus está contida na passagem do Sol por Sagitário. Ophiucus é o portador da serpente, seria a constelação dada a Asclepius, deus da medicina. Muitas vezes o símbolo é confundido com o caduceu, bastão com duas serpentes de Mercúrio, regente de Gêmeos - signo oposto a Sagitário. Ah, Mercúrio ladrão! Foi ele quem afanou o lugar de Ophiucus no Zodíaco!!!

Brincadeiras à parte, quando a gente quer desacreditar alguém, precisa conhecer melhor o trabalho a ser desacreditado. Este bafafá todo só aconteceu porque as pessoas procuram os efeitos mágicos da Astrologia sem conhecer nada, nada de seus fundamentos. É o fim do mundo antes de 2012!! Um monte de sites pilantras estão oferecendo um cálculo para a pessoa conhecer seu novo signo.

De década em década essa balela astronômica aparece, mas desta vez temos a internet para disseminar a confusão.

Outra representação dos equinócios no templo pagão de Shell Grotto, Margate, Kent, Inglaterra.

Gente, o céu acima de nós é muito lindo, mas ele é só um retrato do passado. Cada estrela que vemos mandou seu brilho em um momento do tempo e do espaço. Acontece que estamos vendo a mensagem agora junto com tantas outras. O que realmente importa é o ponto de vista, o referencial. O seu lugar no universo e a SUA percepção das coisas. Você acha mesmo que mudou de signo? Está se sentindo diferente?

Há muito tempo atrás os astrônomos eram perseguidos por questionarem a lógica ruim disseminada pelas tradições de sua época. Hoje, parece que querem ir à forra caçando bruxas como seus antigos perseguidores. Isso é feio e inútil. Eles estudam os astros fixos, com sua rotação no universo, é claro, como tudo o que vai parar no espaço. A Astrologia estuda os efeitos dos astros que passam pelo Zodíaco que tem centro em nosso Sol. Há um tempo de Áries, Touro, Gêmeos, etc. assim como há tempo para cada estação.

Mas algo de bom aconteceu disso tudo. Ver a Astrologia como algo que produz respostas prontas, efeitos mágicos e soluções imediatas é tão equivocado quanto vê-la como uma superstição ridícula sem base nenhuma na realidade sem estudar suas bases. O quanto será que mudamos desde a Era de Trevas, onde qualquer questão era proibida, para a Era da Internet, quando qualquer questionamento é perda de tempo, por mais que o Google ajude?

Assim, a preguiça e a calúnia dão os braços para o empobrecimento mental, que segundo Franz Bardon, é o mesmo que empobrecer o espírito. Mas isso é um outro post.

Beijos e parem de consumir besteira por aí!

Só para garantir, vão aí outras fontes:
Astrodienst, o site mais completo que eu conheço.
Personare, outro site muito legal.

6 comentários:

  1. Paty, vc é perfeita , tudo q eu pensava e n tinha um referencial vc vem aqui e fala *_* , as unicas previsões que eu acredito são as tuas XD~ pq elas não tratam a astrologia como algo sobrenatural ~ alias Sobrenatural é tão relativo né XD

    Parabéns pelo POST, vou indicar pra vários amigos

    ResponderExcluir
  2. Excelente, Patrícia. Não é por menos que sempre te recomendo. O que vivemos hoje é um misoteísmo, uma perseguição velada, mas feroz, a todo aquele que não acredita que só existe o que pode ser picotaro e patenteado por um laboratório. Conheço casos de gente que é discriminada por ser teísta em uma universidade. Sem querer iniciar uma teoria da conspiração, as fábricas de drogas financiam esta gente, directa ou indirectamente. Trabalho com saúde pública, conheço essa sem-vergonhice por dentro.

    ResponderExcluir
  3. Nada como uma pessoa que sabe o que diz, que tem conhecimento de sua área. E no fim fica a dica de questionar o que lemos por aí.

    ResponderExcluir
  4. O seu blog é MUITO BOM!!! Vc escreve de maneira esclarecedora, completa e não é cansativo de ler!! Parabéns!!! Tô te seguindo no Twitter!! Beeejo, @danivdebbani...

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    O seu blog é muito interessante, não abandona ele não! continue postando.. Beijos.

    ResponderExcluir